quarta-feira, 27 de julho de 2011

MP vai investigar entrada de celulares em Alcaçuz

video






O Ministério Público vai investigar a entrada de aparelhos celulares no presídio de Alcaçuz. A publicação do Diário Oficial desta quarta-feira (27) trouxe a informação.

A necessidade de coibir o uso de celulares entre os apenados para comunicação externa com outros criminosos fez com que o MP tomasse a medida. O Ministério Público instaurou o procedimento investigatório considerando "diversas sindicâncias que constantemente têm sido instauradas na Penitenciária Estadual de Alcaçuz em decorrência dos inúmeros aparelhos celulares encontrados em posse dos apenados".

A promotora Maria Zélia Henriques Pimentel, que assina a portaria, justificou ainda o inquérito com o fato de "ser de conhecimento público a grande quantidade de aparelhos celulares apreendidos no interior da Penitenciária e em posse dos apenados, causando um grave problema de segurança pública e contrariando a ordem interna do presídio".

O diretor da casa de detenção tem um prazo de 15 dias para remeter um relatório especificando o número de aparelhos celulares encontrados no interior do presídio e o número de sindicâncias instauradas por este motivo desde o ano passado.

Foi notificado também o secretário de Justiça e Cidadania Thiago Cortez para que, no mesmo prazo, informe se há no estado algum equipamento de bloqueio de sinal de aparelhos celulares que possa ser instalado na Penitenciária de Alcaçuz, ou se há alguma previsão para a aquisição deste aparelho.
Fonte: Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário